ANOS BISSEXTOS SÓ ACONTECE COISAS RUINS?



Para algumas pessoas, anos bissextos são apenas crenças, para outros é anos de desgraças. E tem alguns até que especula que ano bissexto pode ser o fim do mundo, como foi no ano de 2012, que todos esperava o fim do mundo, pois bem ainda estamos aqui. E você no que acredita?


O que é ano bissexto?
Chama-se ano bissexto o ano ao qual é acrescentado um dia extra, ficando com 366 dias, um dia a mais do que os anos normais de 365 dias, ocorrendo a cada quatro anos. Isto é feito com o objetivo de manter o calendário anual ajustado com a translação da Terra e com os eventos sazonais relacionados às estações do ano. (Fonte: Wikipédia)


O dia acresentado se encontra no mês de fevereiro. Por padrão o mês de fevereiro tem 28 dias, com o ano bissexto soma mais 1, ficando com 29 dias.


Logo abaixo você verá 4 tragédias que marcaram 4 anos bissextos passados.


2008 - Enchentes em Santa Catarina
As enchentes em Santa Catarina em 2008 ocorreram depois do período de grandes chuvas durante o mês de novembro de 2008, afetando em torno de sessenta cidades e mais de 1,5 milhões de pessoas no estado de Santa Catarina, Brasil.


2012 - Furacão Sandy EUA
Fenômeno causou destruição e mortes durante passagem pelos EUA. Bairro de Staten Island, em Nova York, foi o que mais sofreu com o fenômeno. Falta de eletricidade atingiu 1,5 milhão de pessoas. Tragédia deixou mais de 100 mortos no país.
2012 - Massacre em escola infantil nos EUA
No dia 14 de dezembro, Adam Lanza, de 20 anos, matou a mãe na casa onde vivia e seguiu para a escola Sandy Hook, em Newtown, Connecticut. Jovem entrou armado na escola, disparou contra alunos, professores e funcionários, e cometeu suicídio. Tragédia matou 27 pessoas – 20 crianças entre 6 e 7 anos e seis adultos, além do próprio atirador. (Fonte: Wikipédia)

2016 - Acidente chapecoense
Na madrugada de 29 de novembro de 2016, o avião da empresa Lamia, que levava a delegação da Chapecoense para a Colômbia caiu, matando 71 pessoas e deixando seis sobreviventes... Funcionários aeroportuários e de aviação civil e da Lamia foram apontados como culpados por graves falhas técnicas.

2020 ano atual - Pandemia do Coronavírus
A pandemia de COVID-19, também conhecida como pandemia de coronavírus, é uma pandemia em curso de COVID-19, uma doença respiratória aguda causada pelo coronavírus da síndrome respiratória aguda grave 2 (SARS-CoV-2). A doença foi identificada pela primeira vez em Wuhan, na província de Hubei, República Popular da China, em 1 de dezembro de 2019, mas o primeiro caso foi reportado em 31 de dezembro do mesmo ano. Acredita-se que o vírus tenha uma origem zoonótica, porque os primeiros casos confirmados tinham principalmente ligações ao Mercado Atacadista de Frutos do Mar de Huanan, que também vendia animais vivos. Em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde declarou o surto uma pandemia.
2020 ano atual - Nuvem de gafanhotos
Uma das pragas agrícolas mais conhecidas e recorrentes em toda a história humana é a nuvem de gafanhotos. Ela consiste no agrupamento massivo da forma adulta deste inseto, e se forma quando uma quantidade anormalmente grande de indivíduos se movem juntos. Nuvem de gafanhotos que quase chegou no Brasil acabou destruindo na Índia 50 mil hectares de plantações destruídos por gafanhotos do deserto. Os gafanhotos do deserto, conhecidos com uma das maiores pragas da agricultura, destruíram mais de 50 mil hectares de plantações na Índia. Eles chegaram ao País, em abril, no estado do Rajastão vindo do Paquistão.

Bem, se é verdade ou conhecidência não sei, mas é muito bizarro que aconteçam essas tragedias que marcam sempre os anos bissextos. Na verdade todos os anos ocorrem tragedias, fenomenos em todo o mundo. Então se generaliza especulações sobre esses anos.


Na maioria que eu também faço parte, prefiro acreditar na palavra de Deus na certeza que ele sim quem sabe o que realmente pode acontecer no mundo e tem controle.


Espero que tenha gostado, compartilha para seus amigos e deixa seu comentário. Que te guarde.

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário